Grândola

Numa das noites de Agosto/Setembro houve uma enorme tempestade eléctrica. Eu regressava a casa de carro e via grandes relâmpagos a cair à minha frente. Só queria chegar rapidamente para poder montar o tripé no terraço e apanhar ainda algumas fotos. Para grande azar (ou sorte) meu, este foi o último relâmpago que caiu. Depois ainda esperei uns bons 20 minutos e nada...

3 comentários:

ruimnm disse...

Acho que tiveste foi sorte, o último!? então, tiveste sorte sim.

Muito bem executada.

Ana Lúcia disse...

Espectacular! Se eu tivesse feito esta fotografia teria dado pulos de contentamento. Parabéns Gonçalo.

Remus disse...

Nunca consegui fazer nenhuma fotografia destas. Mas também tenho o sonho de as fazer.

A parede do prédio que aparece em primeiro plano, por ser de um tom muito claro, destoa na fotografia. O nosso olhar é desviado do relâmpago para este prédio...
Para a próxima, pede ao chefe para sair mais cedo... :-) :-)